Laranja Mecânica (A Clockwork Orange) – Crítica


Laranja Mecânica (A Clockwork Orange) - Wallpaper

Publicado pela primeira vez em 1962, e imortalizado 9 anos depois pelo filme de Stanley Kubrick, Laranja Mecânica está entre os clássicos eternos da ficção e considerado um dos melhores de todos os tempos. Com premissa assustadora e polêmica, o filme consegue fazer jus a sua grandeza.

Narrada pelo protagonista, o adolescente Alex, um garoto de mente perturbadora e fascinado por Beethoven, que junto aos seus drugues, saem à noite pelas ruas cometendo todo tipo de delinqüência: Eles estupram mulheres, batem em mendigos, assaltam residências, e por aí vai..até que um dia Alex é preso e submetido a uma operação para muda-lo para o bem. O filme retrata temas como a liberdade social e a influência do Estado na vida das pessoas. Com um roteiro brilhante, tendo cenas expendidas como a do espancamento do mendigo a som de Singin’ In The Rain. Malcolm McDowel brilha ao interpretar o protagonista, transmitindo a diversas mudanças do personagem com talento.

Laranja Mecânica (A Clockwork Orange)

Laranja Mecânica é excelente, violento ao extremo e assim podendo chocar algumas pessoas. Kubrick nos mostra o caos da sociedade, que violência gera violência, a cena em que Alex sofre nas mãos do escritor e dos mendigos nos entrega mensagem que a mesma sociedade que condena a violência, utiliza-a para vingança.

Um Horrorshow

Nota: 9

AWESOME

Anúncios

Sobre Guilherme Awesome Dude

Fanático por games, filmes séries e pelo Palmeiras, além de um bebedor de cerveja que não recusa um convite para se divertir com os amigos, desde que o líquido esteja gelado.

Publicado em 24 de abril de 2013, em Filmes e marcado como , , , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. Laranja Mecânica é um filme espetacular da qual retrata vários temas importantes, e o principal na minha opinião é o poder do Estado nos seres humanos. Desde os tempos em que Hobbes disse que a criação do Estado foi firmado como um contrato e não algo natural como dizia Aristóteles, podemos refletir a partir do filme e com os estudos do filosofo inglês que o Estado com pleno poder dado no contrato, este consegue ter um poder de influencia que resulta em alguns casos como na alienação ou na lavagem cerebral do ser humano. Alex foi o cobaia da lavagem cerebral que fez ele transformar em uma outra pessoa.

    Bom galera, aqui está o meu blog! Este é um espaço onde manifesto os meus pensamentos e opiniões!

    http://mundodorrx2r4r.blogspot.com.br/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: